terça-feira, agosto 14, 2007

Quando a realidade supera a ficção

Grupo de cidadãos propõe referendo sobre aeroporto de Lisboa e TGV

3 comentários:

José Luiz Sarmento disse...

Referendos sobre questões técnicas? A coisa vai bonita, vai...

Igor disse...

As opções nunca são técnicas. A função dos técnicos é explicar as opções e as suas implicações. A função dos cidadãos (e normalmente daqueles em quem os cidadãos delegam o poder) é fazer uma escolha de entre as opções disponíveis.

No dia em que resolvermos aceitar de vez que quem manda são os "técnicos" (seja lá o que isso for), então deixemo-nos de tretas. Acabe-se com eleições e órgãos representativos. Um conselho de administração composto por "técnicos" resolverá tudo. Tal qual Mário Lino queria.

José Luiz Sarmento disse...

Caro Igor,
As opções nunca são técnicas, de acordo. São sempre políticas. E a função dos técnicos é explicar as opções, é claro.
Mas os graus de complexidade variam. Quando a opção é tecnicamente simples justifica-se o referendo. Quando é tecnicamente muito complicada, penso que o melhor é reduzir numericamente o grupo dos decisores concretos (para isso serve a democracia representativa) de modo a que todos e cada um destes tenham oportunidade de falar com os técnicos e de os avaliar quanto à sua competência e sobretudo quanto aos interesses que servem.