sexta-feira, março 11, 2005

O que se segue?

"Vídeo do Vaticano mostra primeiras palavras do Papa depois da operação" Penso que é apenas justo perguntar: com que imagens nos irá brindar o Vaticano de novas estreias post-op do papa? Será mesmo verdade que as primeiras palavras do Papa no recobro da operação foram uma benção? Será que o papa fala Kiswahili com os "prelados da Tanzânia", nomeadamente com o cardeal Polycarp Pengo e o bispo Severine Niwemugizi? Será que o Cardeal Polycarp Pengo ficou satisfeito com o curto "está bem" do Papa?
Penso que a pergunta mais relevante é: Será que tudo isto tem interesse suficente para ser referido no site de um dos mais lidos diários Portugueses (sem contar com os desportivos)?

2 comentários:

tas_a_brincar disse...

eu só gostava de saber porquê a fixação com a Igreja.
a Igreja cometeu erros. claro. este Papa, como sabem, pediu perdão pelos erros.
o jornal fala do que aconteceu ao Papa porque para vários milhões de pessoas ele representa uma autoridade espiritual e moral e esses milhões querem saber o que se passa com o Papa.
folgo sempre muito em ver que os defensores do pluralismo se incomodam com as notícias que Suas Excelências acham que não deviam ser publicadas. talvez seja é de rever o título do blog...

Pimenta disse...

Não creio que se retire deste post qualquer tentativa de reprimenda à Igreja, à conduta deste Papa ou mesmo à necessidade de difundir notícias relevantes sobre o seu estado de saúde.
É apenas uma crítica a uma notícia sem interesse que apenas pretende explorar a curiosidade desses milhões que conhecem e seguem atentamente a carreira do bispo Niwemugizi.
Muito mais interessante seria analisar o que motivou a necessidade de referir os erros e as desculpas da Igreja num comentário a este post.